Círculos de Mulheres, um Porto Seguro

Círculos de Mulheres, um Porto  Seguro

Hoje em dia, ser mulher é quase sinônimo de ser Mulher-Maravilha! Imaginem como manter nossa harmonia, saúde física e emocional nesse mundo turbulento?

Olha só que paradoxo: nós mulheres somos pressionadas a sermos mães como se não trabalhássemos fora e… aomesmotempoetudojunto, somos pressionadas a trabalhar fora como se não fossemos mães! Ups, bugou!

Resultados: mulheres adoecidas por demandas de perfeição, e não apenas em sua atuação social – como mães e como profissionais – mas também, e sobretudo, no sentido de aceitar padrões de beleza, cujos parâmetros só são alcançados a custa de muita privação e até mesmo sofrimento físico e psicológico.

Não é à toa que as estatísticas mostram que as mulheres são as maiores vítimas da chamada “doença do século”, a depressão, que, normalmente, vem associada a outros transtornos como síndrome do pânico, crises de ansiedade, anorexia, bulimia, etc. Um homem que engorda muito, fica bem calvo, etc, não é tão desprezado pela sociedade quanto uma mulher da mesma idade desse homem que esteja com essas mesmas características.

A exigência mais brutal recai sempre sobre a mulher!

Essas exigências não são apenas com relação ao peso e à aparência física, mas também com relação à maternidade. O homem jamais é cobrado pela sociedade como pai da mesma forma que a mulher é cobrada como mãe! O peso das cobranças sociais sobre a mulher é gigantesco e, por isso, exaure e adoece a quase todas. Diante desse contexto tão difícil, que mulher não sente falta de um colo, de alguém que diga “aqui nós cuidamos de você”, “nós nos importamos com você”? Afinal, todas estão sobrecarregadas de expectativas, cobranças e muito, mas muito, trabalho!

Um Amparo afetivo!

É nesse ponto que entra a importância fundamental dos círculos de mulheres enquanto um porto seguro para todas as mulheres de todas as idades. O círculo nos acolhe e nos embala, nos aconchega e nos acarinha, nos fornece vínculos afetivos que nos amparam e acolhem a todas as nossas dores, e nesse acolhimento, depois do nosso desabafo e de ouvirmos as outras dores, os problemas se redimensionam, e passamos a ter outras perspectivas!

E mais: além desse amparo afetivo nos âmbitos emocional, mental e psicológico, temos também nos círculos de mulheres o trabalho energético-vibracional, que abrange o âmbito da espiritualidade, que conforta e aquece nossa alma, já que por meio de vivências de danças em roda que são verdadeiras orações, profundas preces, alcançamos o amparo espiritual que tanto faz falta nesse mundo de tanta correria e falta de conexão com a natureza e com a espiritualidade! Os círculos são movimentos em busca da cura da nossa alma feminina, submetida aos porões do nosso ser, por tantas pressões de um mundo capitalista que exige o máximo de produtividade e, cada vez mais, o ter em detrimento do ser!

Os círculos são movimentos das mulheres cujo propósito uníssono é o de resgate da “essência selvagem” que habita a alma de cada mulher (essência essa captada à perfeição por Clarissa Pínkola Estés em seu clássico “Mulheres que Correm com os Lobos”), bem como o de cura desse feminino ferido por um mundo apressado e cruel com as mulheres e suas necessidades mais básicas do seu ser mulher!

Venha participar de Círculos de Mulheres! Aqui na Senda da Deusa você encontrará…

♦ Um espaço de troca onda todas são ouvidas e respeitadas;

♦ Um espaço de vínculo afetivo onde recebemos continente e apoio;

♦ Um espaço segurança e amor para SER, integralmente, com as dores e amores que todas nós temos. Não somos as “únicas” a passar por isso! Isso é confortante!;

♦ Um espaço para se fortalecer e se empoderar;

♦ Um espaço de reconexão com o essencial, com a identidade sagrada, com a mulher selvagem!;

Venha caminhar com outras Mulheres! Participe dos nossos Círculos de Mulheres! Deixo esse convite com amor e carinho! Se inscreva no nosso grupo de Whats app e acompanhe a programação!